Navegar

24 de novembro de 2017, 15:17h

O Globo: Olimpíada de Matemática ameaçada

Reprodução do blog Poder em jogo, de O Globo

Entrevista com Marcelo Viana — diretor do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada

O orçamento para o Impa em 2018 é de R$ 39 milhões, metade da dotação para 2017. Como o corte de recursos ameaça as atividades do instituto?

– Coloca em risco a Olimpíada de Matemática, um evento de dimensão nacional, com 18 milhões de crianças (três vezes o número de inscritos no Enem este ano). Não dá para fazê-la pela metade. E isso ocorre em meio ao biênio da matemática no país, aprovado pelo Congresso. É irônico.

Em meio à crise econômica, é compreensível o corte de recursos para a área?

– A crise é real. Mas não há um plano estratégico para a área. A impressão é que estamos cortando despesas a todo custo, sem que isso corresponda a uma visão de como o país pode sair da crise. Os cortes em Ciência são o contrário do que outros países em posição semelhante ao Brasil estão fazendo. A China e a Índia, que passam por uma desaceleração, estão investindo cada vez mais em ciência. Falta visão estratégica à área econômica do governo.

Leia também: Coluna na Folha: A matemática pode ajudar a combater o crime
OBMEP 2017 anuncia os vencedores
Unicamp terá reserva de vagas para vencedores de olimpíadas