Navegar

6 de julho de 2017, 13:26h

Zero Hora destaca baixo desempenho em Matemática

 

A falta de conexão entre o ensino da Matemática e a vida dos alunos colabora para o resultado crítico em avaliações educacionais como o Pisa, observa Marcelo Viana, diretor-geral do IMPA, em entrevista ao jornal Zero Hora. Reportagem publicada no periódico busca compreender as razões por trás do baixo desempenho dos estudantes brasileiros em testes que mensuram a aptidão com os números.

Segundo Viana, os prejuízos do distanciamento entre as atividades em sala de aula e o dia a dia dos estudantes podem ser percebidos em todos os setores da sociedade. Além de comprometer o acesso ao mercado de trabalho, afasta a juventude das profissões ligadas, por exemplo, à tecnologia, apontadas como as mais bem-sucedidas da atualidade. “Há dados do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) que mostram que nem 4% dos alunos de 15 anos no Brasil têm a fluência de matemática exigida em profissões tecnológicas. Isso é triste”, lamenta o diretor do IMPA.

Há, porém, quem consiga sair da mesmice e oferecer um ensino que consegue aproximar o aluno da Matemática. Para saber mais sobre isso, confira a matéria na íntegra acessando o link 

http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/educacao/noticia/2017/07/por-que-nossos-alunos-vao-tao-mal-nas-provas-de-matematica-9832801.html